InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe
 

 O Banquete

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Sirius Granpawn
Admin
Sirius Granpawn

Mensagens : 106
Data de inscrição : 12/09/2013
Localização : Capitólio

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptySab Jan 18, 2014 1:32 pm



O BANQUETE

O Banquete - Página 3 Arena14

23:XX h

Dois paraquedas descem do céu. Um pousa na frente de Jeremy e outro perto de Ivy. Eles abrem a dádiva e encontram cantis cheios com água.



---
I won't cry for you!
You won't crucify the things I do!
I won't cry for you...
See! When you're gone
I still be Bloody Mary
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ivy Gransden

Ivy Gransden

Mensagens : 95
Data de inscrição : 17/09/2013
Idade : 29
Localização : Distrito 3

Saúde
Saúde:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue100/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (100/100)
Fome:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue100/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (100/100)
Sede:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue100/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (100/100)

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptyDom Jan 19, 2014 7:56 pm





Ivy Gransden

Água! Finalmente, água! Assim que o paraquedas aterra, vou até ele e bebo um pouco de água, tento não beber muito de uma só fez para não me fazer mal. Como os enjoos voltaram, bebo um pouco da água e a prendo na boca com a língua, como Ion me disse para fazer no início dos jogos quando lhe contei da gravidez.

Pergunto para a garota se ela quer um pouco. Se ela não me matou já, quando caí mesmo em frente aos seus pés, de certo não me vai atacar agora.

- Meu nome é Ivy Gransden. - Creio que agora não importa muito, visto que dentro de algumas horas uma de nós, talvez mesmo a duas, estará morta. Mas meu irmão Harold me ensinou a ser educada.

Então se impõe um silêncio pesado. Ficamos sentadas, uma ao lado da outra sem dizer uma palavra. Eu fico olhando os sapatinhos, a admirá-los. Kieffer deveria começar a dizer suas primeiras palavras... eu não iria ouvir. A primeira pessoa que ele irá chamar, será seu pai.

-Sabe, tenho mais um filho, se chama Kieffer.. ele ficou com o pai, mas eu creio que deve ser meu irmão que está cuidando dele. Meu noivo nem dele sabe cuidar, quanto mais de um bebê. - rio nervosamente. Eu neste momento deveria estar em casa com meu filho, com meu noivo. Com meus irmãos, com meus pais. Mas estou aqui..

As saudades de casa atacam forte. Sobramos 3, está muito perto de terminar, mas um de meus adversários é essa garota, que deve muito bem ter a idade de meu sobrinho mais velho. E o outro tributo, também terá família? E filhos para cuidar? Eu sei que não devia pensar essas coisas, mas agora que cada vez estou mais perto do regresso ou da morte... não consigo evitar. Tento me concentrar e lembrar de onde estou.

-Ouça; não sei quem é o outro tributo que falta, mas da última vez que vi quem estava vivo, eram apenas carreiristas e você, o que significa que esse tributo é um carreirista. - tenho uma faca na mão, este será um negócio díficil de se fazer, ainda assim teria de arriscar, não quero ter que ser eu a matar esta garota. - Meus gritos devem ter chamado sua atenção, por isso não acho que tenhamos que o ir procurar, peço desculpa por isso... Mas - aí vem - lhe proponho que nos juntemos contra ele.

A garota parece chocada com tal proposta mas eu continuo falando

- Sozinhas, quer eu, quer você, não conseguiriamos travar um carreirista. Você entende isso certo? Juntas teriamos mais vantagem.

Que aconteceria depois? Se conseguissemos matar o carreirista e ficassemos as duas? Não quero pensar nisso... tenho que deixar as coisas acontecerem. Nesse momento depende da escolha da garota. Tento manter-me a uma distância segura. Se ela tentar me atacar bastaria atirar essa faca que tenho na mão... e aí teria que fazer mesmo aquilo que estou tentando evitar.

Resumo:
-Beber água com prudência, mas até saciar a sede
-Falar com Risa, propondo uma aliança contra o carreirista vivo
-Caso ela recuse e tente atacar, atirar uma faca na sua direção

See how the Game of Life is never won
You only play

See how he looks down on us
Like we're acting out a show
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jeremy Hutcherson

Jeremy Hutcherson

Mensagens : 41
Data de inscrição : 15/09/2013
Idade : 34
Localização : Distrito 2

Saúde
Saúde:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)
Fome:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)
Sede:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptySeg Jan 20, 2014 6:32 am



Jeremy Hutcherson




Vejo um paraquedas se aproximar e pousa em minha frente. Pego-o rapidamente e abro-o. Água... era tudo que precisava. Bebo um pouco e mais um pouco e relaxo-me um pouco. Não demorou muito para a minha visão voltar ao normal.

- Obrigado Posy.

O céu ja estava a clarear. Facilitaria o meu acerto caso fique mais claro, mas ao mesmo tempo seria muito arriscado. Aproveito o momento que ainda esta escuro e ando aos poucos para não alarmar nenhum dos outros tributos restantes.

Resumo:
- Beber a água, controlando-a, até saciar a sede;
- Agradecer a Posy;
- Andar cautelosamente em mesma direção;
- Ficar atento aos tributos restantes.



" ... Were you sad when he crushed all your dreams? ... "

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Risa Wood

Risa Wood

Mensagens : 49
Data de inscrição : 17/09/2013
Localização : Distrito 11

Saúde
Saúde:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)
Fome:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)
Sede:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptyTer Jan 21, 2014 8:46 am


Risa Wood


    A mulher parece desesperada por água, a ponto de implorar por ela aos gritos. Começo a me sentir inquieta por não poder fazer nada, mas logo seu pedido é atendido. Um paraquedas desce do céu com um cantil cheio. Sento-me sobre os calcanhares, ao seu lado, prestando atenção a tudo em nossa volta, enquanto ela bebe calmamente a água que lhe foi enviada.

    Após longos minutos de um silêncio constrangedor ela me diz o seu nome.

    ― Sou Risa Wood ― replico, ainda sem olhar para ela, sempre atenta ao redor, mas meus movimentos e meu olhar são completamente contrários aos de alguém em estado de alerta. Eu estou destroçada.

    Não falo mais nada após isso. Então ela me conta sua história. Ela tem um noivo, e um filho esperando por ela, e outro, o qual ela tentar manter vivo dentro de si. Eu não a olho, mas escuto atentamente cada palavra sua. E isso é, de certa forma, reconfortante. Ouvir a voz de alguém que não está tentando me matar é um grande alívio.

    Pela primeira vez me sinto vazia, e não é de todo uma sensação ruim. Não há medo, não há desespero, mas também não há esperança. Não há nada. Estou completamente vazia. Absorta nas notas de sua voz, que flutuam dentro de minha cabeça, me entretendo, me mantendo sã por mais algum tempo.

    Quando ela acaba de falar sinto novamente o peso do silêncio. Penso em dizer algo, mas o que poderia ser interessante nesse momento?

    Oi, sou Risa Wood. Tenho pai e mãe, um único amigo, e um irmão depressivo que ganhou uma edição dos Jogos Vorazes. Sou bipolar, e provavelmente também ficarei louca se sair daqui.

    Não seria nada interessante, então continuo calada.

    Então ela vai ao ponto que importa: ambas sabemos que somos três na arena, e que logo o terceiro elemento dará o ar da graça, então me propõe uma aliança contra ele, que deve ser carreirista. Eu a encaro pela primeira vez desde a descida do paraquedas, analisando sua proposta. Não quero matar ninguém, não quero ser morta. Mas ao mesmo tempo sei que se continuar viva, vou viver num inferno.

    Meus olhos se focam nos sapatinhos. Ela tem motivos para voltar. Tem alguém esperando por ela, e uma vida que carrega dentro de si. Se a matasse não só estaria matando a ela, mas também mataria seu bebê.

    Por outro lado... Eu poderia morrer por uma justa causa. Poderia ajudá-la a sair daqui e dar a chance de um futuro a essa criança que se desenvolve em seu ventre. Talvez meus pais se orgulhassem do meu ato, e meu irmão entenderia minha decisão. Talvez eu continuasse jovem e viva para sempre no coração daqueles que me amam. No coração de Brian.

    É isso que preciso fazer. É isso o que farei.

    ― Não podemos ficar paradas esperando que ele nos encontre. Vamos procurá-lo ― eu digo, sentindo a estranheza de soar decidida e não amedrontada como sempre desde que pisei aqui.

    Pego o cobertor, deixando-o amontoado dentro da mochila. Irei usá-la como escudo. Espero que Ivy comece a se sentir melhor e digo a ela para seguirmos em direção ao norte. Retiro minha foice da bainha e a mantenho firmemente em minha mão. Respiro fundo, me preparando psicologicamente para o confronto que provavelmente acabará ocasionando minha morte, e sigo em frente, desejando com todas as forças que meus pais entendam minha decisão.



RESUMO :
- Falar com Ivy
- Seguir para norte cautelosamente
- Usar a mochila com o cobertor como proteção contra ataques
- Prestar bastante atenção a qualquer sinal de movimento
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sirius Granpawn
Admin
Sirius Granpawn

Mensagens : 106
Data de inscrição : 12/09/2013
Localização : Capitólio

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptyTer Jan 21, 2014 3:13 pm



O BANQUETE

O Banquete - Página 3 Arena15

24:XX h

De repente, a redoma desaparece e a água que estava lá dentro corre em direção ao mar. A onda desestabiliza os tributos e os faz cair, mas logo eles se recompõem e ficam de pé. Mas além do perigo das armas um dos outros, o bestante gigante agora também estava livre. E estava indo na direção deles.



---
I won't cry for you!
You won't crucify the things I do!
I won't cry for you...
See! When you're gone
I still be Bloody Mary
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jeremy Hutcherson

Jeremy Hutcherson

Mensagens : 41
Data de inscrição : 15/09/2013
Idade : 34
Localização : Distrito 2

Saúde
Saúde:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)
Fome:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)
Sede:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptyTer Jan 21, 2014 4:37 pm



Jeremy Hutcherson



Quando consegui vê-las a redoma sumiu de repente liberando a água, que estava presa, derrubando-me, mas logo recomponho-me e preparo o arco.

As duas estavam juntas e aliadas para piorar minha situação. Vejo de relance o bestante se aproximando, mas ele agora não era meu alvo principal. Pego uma flecha rapidamente e atiro em direção a garota do D3.

Provavelmente a D11 ira bloquear utilizando seu escudo nesse intervalo irei atirar uma flecha em direção a perna dela.

Caso não aconteça o previsto irei correr em direção a Oeste contornando o bestante.

Devo manter a postura defensiva então deixo a mochila pronta para caso eu precise usa-la como escudo.

Sabia que o bestante estava atras de mim e agora uma desvantagem maior caiu sobre mim. Mas tinha uma ideia que não daria certo, mas não custaria nada tentar.

- ELAS! - Grito para o bestante.

Resumo:
- Atirar a Flecha na direção de Ivy;
- Caso Risa bloqueie atirar uma flecha na perna dela;
- Caso não, correr para Oeste mantendo distancia segura do bestante;
- Usar a mochila como escudo para bloquear os ataques;
- Gritar para o bestante mantendo a mochila em forma de escudo.



" ... Were you sad when he crushed all your dreams? ... "
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ivy Gransden

Ivy Gransden

Mensagens : 95
Data de inscrição : 17/09/2013
Idade : 29
Localização : Distrito 3

Saúde
Saúde:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue100/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (100/100)
Fome:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue100/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (100/100)
Sede:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue100/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (100/100)

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptyTer Jan 21, 2014 5:18 pm





Ivy Gransden

A redoma se abriu liberado uma quantidade considerável de água que quase nos derrubou. Com essa água é solto na nossa direção um bestante de proporções consideráveis que vem até nós. O bestante caminha a direito na direção de um caminho que está entre nós e outro tributo, como eu pensava, carreirista, o homem do 2.

Vejo ele armando a flecha, mas ele a arma na minha direção, sério que com um bestante no nosso encalço ele está preocupada em me matar a mim?! Que espécie de jogo e o dele?!

Antes que ele consiga armar a flecha para a lançar,corro um pouco na sua direção, para me aproximar o suficiente e lhe lanço a faca que tinha na mão, foi uma das que tinha preparado com o líquido, desde que lhe acerte de raspão e abra ferida, o líquido irá entrar e fazer o seu trabalho. Ainda faço pontaria ao seu peito, por via das dúvidas. E uso uma das minhas mochilas como escudo.

Então o ouço gritar para o bestante e minha raiva em relação a ele cresce. Já faz tempo que eu não queria mesmo ver alguém daqui morto.

Resumo:
- Usar mochila como escudo
-Aproximar um pouco de Jeremy até ter certeza que lhe acertaria com a faca, aí arremessá-la em direção ao seu peito.
-Ter em atenção qualquer movimento por parte do bestante.

See how the Game of Life is never won
You only play

See how he looks down on us
Like we're acting out a show
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Risa Wood

Risa Wood

Mensagens : 49
Data de inscrição : 17/09/2013
Localização : Distrito 11

Saúde
Saúde:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)
Fome:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)
Sede:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptyTer Jan 21, 2014 5:29 pm


Risa Wood


    A redoma desaparece, e além da água, um enorme bestante acaba de ser liberado. Não demora muito e logo estamos cara a cara com o terceiro tributo. Ele não parece ser nem um pouco amigável, e logo se prepara para lançar-nos uma flecha com seu arco, e seu alvo é Ivy. Decido pensar no bestante depois.

    Eu sei que não pretendia matar, que não queria mais sujar minhas mãos. Mas é por uma causa justa. Se matá-lo estarei salvando duas vidas, e isso, talvez, compense o fato de ter matado duas pessoas. Eu prefiro acreditar nisso. Então sem pensar muito mais no assunto começo a traçar um rápido plano de ataque.

    Sou menor que o tributo, consequentemente mais rápida. E por usar arma de longa distância, acredito que eu seja mais forte que ele, já que preciso enfrentar meu adversário cara a cara. Ivy também se prepara para atacá-lo.

    Corro o mais rápido que posso em sua direção, ziguezagueando para dificultar sua mira, com a foice na mão e a mochila a postos para me proteger de suas possíveis flechadas.

    Se Ivy não conseguir atingi-lo, pretendo derrubá-lo, incapacitando-o com minha força e minha habilidade de combate corpo a corpo. E não pensar duas vezes antes de desferir um golpe letal com minha foice.



RESUMO :
- Correr ziguezagueando na direção do tributo do 2, dificultando sua mira, e longe da linha de ataque de Ivy
- Usar minha mochila como escudo para possíveis ataques
- Me aproximar dele derrubando-o, utilizando ao máximo minha força e habilidade de combate corpo a corpo.
- Desferir um golpe letal com a foice, mirando: peito, colo e pescoço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sirius Granpawn
Admin
Sirius Granpawn

Mensagens : 106
Data de inscrição : 12/09/2013
Localização : Capitólio

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptyTer Jan 21, 2014 5:49 pm



O BANQUETE

O Banquete - Página 3 Arena16

00:XX h

UM TIRO DE CANHÃO DISPARA.
APENAS DOIS TRIBUTOS RESTARAM PARA DISPUTAREM A COROA.


Jeremy decidi ignorar completamente o bestante e enfrentar as duas garotas. Ele mira uma flecha em Ivy e dispara, enquanto a garota ia em sua direção. Ele atira, mas erra. Ela arremessa uma faca no homem e também erra. É então que ele percebe a garota loira avançando vorazmente e ele atira uma flecha nela, também. Desta vez ele acerta a perna da garota e ela cai. É então que o bestante alcança o tributo do 2 e o acerta com um tapa em sua cabeça. Jeremy voa longe e cai perto da água. O canhão dispara.



---
I won't cry for you!
You won't crucify the things I do!
I won't cry for you...
See! When you're gone
I still be Bloody Mary
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Risa Wood

Risa Wood

Mensagens : 49
Data de inscrição : 17/09/2013
Localização : Distrito 11

Saúde
Saúde:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)
Fome:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)
Sede:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue0/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (0/100)

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptyTer Jan 21, 2014 6:29 pm


Risa Wood


    Tudo acontece rápido demais. Quando dou por mim, estou com uma flecha na perna e o tributo do 2 acaba de ser morto pelo bestante. Agora ele vai nos matar. Por que o Capitólio precisa de um único vitorioso. Eu poderia lutar contra ele e morrer lutando, ou poderia simplesmente...

    Lembro-me de meu irmão, e em como ele ficou após ter matado aquele inocente na arena. Eu ficaria da mesma forma se ganhasse, ou ainda pior. Meus pais se sacrificariam mais por nós dois, e Brian não seguiria sua vida devidamente por minha culpa. Eu jamais conseguiria encarar a família de Magna na turnê da vitória, ou mesmo ver a morte dos meus aliados na frente de toda Panem.

    Eu só quero que meus pais se orgulhem de mim e dos meus atos. Sei que se orgulharão, por que pela primeira vez desde que pisei aqui, na verdade pela primeira vez na vida, não me sinto uma covarde. Não faço ideia do que vem após a morte, mas deve ser melhor do que o que sinto agora.

    Agarro minha foice, e respiro fundo. Mas não há o que decidir. Não quero ser lembrada como a garota que arrancou a cabeça de outra, mas sim a garota que deu sua vida por um bom motivo.

    Uma vida por outra. Uma morte justa.

    - Aproveite sua vida quando sair daqui - grito para Ivy, dando uma última olhada para ela, e antes que possa me acovardar, fico a foice com toda a minha força em meu abdômen, implorando para que minha morte seja rápida.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ivy Gransden

Ivy Gransden

Mensagens : 95
Data de inscrição : 17/09/2013
Idade : 29
Localização : Distrito 3

Saúde
Saúde:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue100/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (100/100)
Fome:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue100/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (100/100)
Sede:
O Banquete - Página 3 Left_bar_bleue100/100O Banquete - Página 3 Empty_bar_bleue  (100/100)

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptyQua Jan 22, 2014 9:21 am







Ivy Gransden

O bestante não gostou de ser ignorado e atacou o homem do 2, com a força do impacto ele voou alguns metros e acabou morrendo.
Ao ouvir o canhão, olho instintivamente para Risa e depois para o bestante. Ele ia nos atacar... que faço eu agora? Olho a faca na minha mão e tento tomar uma decisão. Então ouço a garota gritar para mim.

-o...o quê? QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO- bem na minha frente, ela finca a foice nela própria. Eu não queria matar ela... mas vê-la, ela que mal me conhece, se sacrificando por mim... tem um impacto em mim bem forte.

Voltou tudo a acontecer na minha mente. Vi Ion morrendo por mim nas mãos de Oliver. E agora essa menina, que tinha tanto que viver.. que não conheceu a vida sem a colheita...

Não pude fazer nada sem ser observar...

-obrigada, Risa - minha voz treme e sinto lagrimas caindo



See how he looks down on us
Like we're acting out a show[/center]


Última edição por Ivy Gransden em Qua Jan 22, 2014 11:46 am, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sirius Granpawn
Admin
Sirius Granpawn

Mensagens : 106
Data de inscrição : 12/09/2013
Localização : Capitólio

O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 EmptyQua Jan 22, 2014 11:40 am



O VITORIOSO

00:XX h

O ÚLTIMO CANHÃO DISPARA E O VENCEDOR É ANUNCIADO.

- Senhoras e senhores, apresento-lhes a vitoriosa da 100º Edição Anual dos Jogos Vorazes e 4º Massacre Quaternário!

Parabéns, Ivy Gransden!



---
I won't cry for you!
You won't crucify the things I do!
I won't cry for you...
See! When you're gone
I still be Bloody Mary
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




O Banquete - Página 3 Empty
MensagemAssunto: Re: O Banquete   O Banquete - Página 3 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Banquete
Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
4º Massacre Quaternário :: Os Jogos :: Arena :: O Banquete - Ilha Central-
Ir para: